Facebook
Instagram

Mesmo com a crise empresários conseguem reduzir o número de inadimplência

  • Mesmo com a crise empresários conseguem reduzir o número de inadimplência

19/08/2015

Mesmo com a crise empresários conseguem reduzir o número de inadimplência

 

A inadimplência vem crescendo em todo país, uma vez que as contas domesticas aumentaram com as altas das taxas de juros, da inflação e do desemprego, fazendo com que o consumidor não consiga honrar  seus compromissos financeiros. Para minimizar os reflexos da falta de pagamento  muitas empresas  antes de priorizar a venda,  avaliam o potencial de pagamento do comprador, além de adotar medidas internas  para reduzir os impactos da inadimplência.  

O empresário do ramo de calçados e artigos esportivos, Rodrigo Chaise da Veiga tem obtido bons resultados.  “Antes de efetuar a venda, avaliar o histórico do cliente é muito importante em tempos de crise, onde o número de devedores aumenta. Pensando na sustentabilidade do negócio criamos alguns critérios internos nos últimos doze meses. Além de estarmos amparados pelo Serviço Central de  Proteção ao Crédito (SCPC) que tem abrangência nacional. O conjunto dessas ações tem nós auxiliado a reduzir a inadimplência entre os nossos clientes”.

De acordo com SCPC Boa Vista a inclusão de devedores no sistema que registra as informações pessoais, como nome e cpf de quem tem dívidas atrasadas,   contribuí  para saúde financeira da empresa em momentos de crise.  Em média os registros acontecem após 45 dias do vencimento,  garantindo uma recuperação de aproximadamente 68% das dívidas ativas. O Serviço  Central de Proteção ao Crédito é vantajoso tanto para o cliente que necessita do nome limpo para efetuar compras a prazo como para a empresa.

Localização

Av. Gal Câmara, 935 - 2° andar - Galeria Centauro
Centro - CEP 98005-112 - Cruz Alta - RS

Horário de Atendimento

Segunda à Sexta-feira
08h30min às 12h e 13h30min às 18h

© 2020 ACI Cruz Alta Site produzido pela Netface

Ir ao Topo Ir ao Topo